URUCARA

 

O município de Urucará está situado a 260km de Manaus, a capital do estado do Amazonas. A população é composta principalmente de caboclos e mestiços amazonenses.

Os produtores rurais das comunidades de Urucará fundaram em 1972 o Centro de Treinamento Rural de Urucará (CETRU), e tinham como principais objetivos a formação dos produtores da região e a educação dos seus filhos (escola agrícola e cursos especializados). A criação desse centro de treinamento visava também o desenvolvimento da produção com uma atenção especial a qualidade dos produtos obtidos.
Em 1994, o centro de treinamento recebeu um suporte financeiro da União Européia e de ONGs para atividades de conscientização ecológica.
Em 2001 a cooperativa AGROFRUT foi criada para defender comercialmente os interesses e as atividades dos produtores de Urucará.

A AGROFRUT surgiu como uma resposta frente a uma situação econômica difícil na qual se encontravam os produtores da região.
Em efeito, a criação por meios institucionais de programas de desenvolvimento na parte de produção agrícola muitas vezes obrigam os produtores a pedirem empréstimos bancários. Também devem comprar sementes, fertilizantes e pesticidas…, e finalmente por infelicidade, eles acabam se endividando. Na mesma lógica restritiva, os empréstimos bancários não são atribuídos àqueles que aceitam produzir de acordo com as condições que colocam em perigo a sua própria saúde e também prejudicando o meio ambiente. Os responsáveis da Agrofrut estão tentando reverter esta situação esperando poder criar e dar oportunidades e alternativas acessíveis de trabalho a essa população.
Efetivamente, visando a concretização dessas melhorias eles criaram um processo de controle de qualidade que foi validado com a certificação do guaraná em agricultura orgânica, em março de 2006.

Esse processo de qualidade baseia-se na preservação do guaraná nativo e sua valorização através da secagem / torrefação tradicional nos fornos de barro.   
Também, no objetivo de garantir benefícios sociais interessantes para a comunidade, a cooperativa AGROFRUT iniciou uma parceria comercial com a NAT’ORGANICO, baseando-se num comercio justo. 




Voltar aos projetos